sábado, 11 de setembro de 2010

Qual o sentido do voto nulo?

Esta propaganda no topo do Blog a favor do voto nulo é explicativa, no entanto, muito conciso, fiquei olhando para ela e não me senti satisfeito, minha campanha pelo voto nulo não deve se resumir apenas à propaganda, resolvi explicar melhor, mais detalhadamente o que pretendo alcançar com uma campanha pelo voto nulo.

Todos criticam a política brasileira, isso já faz parte de nossa cultura, mas quando chegam as eleições, as pessoas escolhem um político, pouquíssimas vezes por concordar com a ideologia e com as propostas do candidato, algumas vezes por "ir com a cara" dele, muitas vezes por ter decorado a propaganda e o número ficar pulando na cabeça, e na maioria esmagadora das vezes por medo. MEDO??? É. Medo de que se você não votar na Dilma, o Serra ganhe, ou medo de que se você não votar no Serra, a Dilma ganhe. Isso é muito triste. E logo após as eleições, todos voltam às críticas, mas ninguém nunca faz absolutamente NADA.

Todo mundo critica, mas ninguém entende como funciona a política e nem se interessa em correr atrás pra descobrir...

E onde é que o voto nulo entra nessa história?

O voto nulo é o mecanismo que os cidadãos possuem para "validar" ascríticas. Quando criticamos  a política nos corredores, bares, escolas e trabalho, estamos criticando informalmente, e isso não serve para absolutamente nada se não culminar para algo prático, para uma formalização por exemplo, e é aí que entra a campanha pelo voto nulo. O termometro da insatisfação popular. Uma maneira oficial de mostrarmos para os políticos que eles não estão agradando e devem portanto mudar sua postura.

E no fim das contas, tanto faz quem vai ganhar as eleições, já não há mais diferença entre os partidos, os candidatos são os mesmos com rostos, vozes e sexos diferentes. Temos que lembrar que quem governa também somos nós, governamos através de cobranças, de entrar em contato com os políticos de qualquer forma, e-mail serve, e cobrar, e falar o que deve ser melhorado, as vezes falar até como deve ser melhorado, esse é o papel do cidadão.

Mas por hora, o momento é o de mostrar a insatisfação e votar nulo. NULO por uma política melhor, NULO por um país melhor, NULO para mostrar que estamos vendo o que estão fazendo, e que definitivamente não estamos gostando, NULO para exercer nossa democracia, nosso direito de estar insatisfeito, já que do direito de não votar nós fomos privados.

Documento impresso pelas urnas eletrônicas após as eleições
 Para quem diz que o voto nulo é computado juntamente com o voto branco e, portanto, não serviria nem para fins estatísticos, está aí, ao lado um documento oficial: papel impresso pela urna logo após o encerramento das eleições (todo fiscal de partido recebe um papel desses para a conferência, e ainda dizem que o voto é secreto...). Mas enfim, podem verificar, o documento. desculpem pela má qualidade da imagem.

Qualquer dúvida sobre o voto nulo, comente ou me mande um e-mail diretamente: ersaracino@gmail.com

Um Abraço e Salam, Paz.

7 comentários:

Jazz disse...

Primeiramente, parabéns por sua dedicação ao blog e aos assuntos nele colocados!

Concordo plenamente contigo. Precisamos agir, començando por demonstrar nossa insatisfação acerca da política brasileira, atual palanque das palhaçadas.

Grande abraço!

CAROL disse...

Assim se inicia a mudança,com ações.Parabéns pela iniciativa.

Luís Ari de Lima Neto disse...

Até esse ano não sabia da função, e principalmente da importância do voto nulo. Acho que essa possibilidade de "não votar" e ainda trocar de políticos deveria ser levada a todos os cantos do país, pois sei que há varias pessoas (como eu) que não gostaram dos candidatos dessa eleição, e para não deixarem de votar, escolhem o menos pior.
Parabéns Evandro.

Gabriel Narkevicius disse...

Se eu não me engano, na prática burocrática o voto nulo não conta mais, mas ele tem uma atuação que envolve a consciência de quem não é votado, mas também, e até mais importante que isso, a de quem vota. Votar nulo é manifestar uma escolha que deve preceder a de quem votar: a escolha da necessidade de votar. Podemos fazer dele nossa manifestação de que não queremos algo ou alguem nos representando. Não sei se quem está lá realmente se importa em termos votado nulo, em ser uma manifestação de indignação. Na realidade cada vez mais acredito que não, principalmente pq no Brasil não há, como dito uma consciência sobre o voto, então os políticos sabem que, se houveram votos nulos, é por uma questão de circunstância, facilmente transformada em votos válidos. Apesar disso, o voto nulo é uma manifestação individual, em uma parte do sistema eleitoral que, se não encontrarmos uma forma de reconstrui-lo, pelo menos não damos força a alguns de seus componentes, que na verdade são todos iguais. Minha opção por votar nulo se dá primeiramente por não reconhecer democracia no voto obrigatório, e em segundo lugar pois nao vejo nenhum político que me represente. Na realidade vou além, não vejo um Estado que me represente, e nem vejo sentido em sua existência.

Nymus disse...

Espera, alguém duvidava que os votos nulos não fossem computados? Trabalhei em 4 eleições e posso garantir que são sim. Tanto que a impressão eh feita após o encerramento do horário e em cada zona eleitoral, é dever dos mesários (ou deveria ser), pendurar uma das impressões da urna na porta da sala.
Só não sei se o povo pode entrar depois pra conferir, acho que fica a cargo dos fiscais dos partidos, mas enfim...

Gostei muito do post. Nunca tinha vindo ver seu blog. Gomen ne por isso (agora se você não sabia quem era Nymus, descobriu).

Terciolino disse...

não sei se nessa parte "(todo fiscal de partido recebe um papel desses para a conferência, e ainda dizem que o voto é secreto...)" você fala com sarcasmo, mas se não foi, acho que agiu de má fé. Dizer que o voto não é secreto só por que os votos são computados e o total impresso é risível. Nenhum voto foi especificado na impressão, nem o número de votos de cada partido, candidato ou o voto de cada eleitor, portanto os votos continuam secretos.

Anônimo disse...

Antes de achar que é voto de protesto, vejam o vídeo:
http://www.youtube.com/watch?v=q93Y_fNPAHk